Meditação Diária
 Compartilhar meditação

Padrinhos e reparações

23 de maio


“Queremos nos livrar da nossa culpa, mas não queremos fazê-lo à custa de outra pessoa.”


Texto Básico, p. 45



  Vamos admitir: a maioria de nós deixou um rastro de destruição e prejudicou qualquer um que tenha passado em seu caminho. Algumas das pessoas que mais machucamos em nossa adicção foram as que mais amamos. Em um esforço para nos livrar da culpa que sentimos pelo que fizemos, podemos ficar tentados a partilhar detalhes horríveis com as pessoas amadas, coisas que seria melhor não dizer. Essas revelações podem trazer muitos danos e poucos benefícios.
  O Nono Passo não consiste em aliviar nossas consciências culpadas, mas em assumir a responsabilidade pelos erros que cometemos. Ao trabalhar os passos Oito e Dez o, devemos procurar a orientação de nosso padrinho ou madrinha, e reparar nossos erros sem que isso nos leve a dever mais reparações. Não estamos apenas procurando libertação do remorso – estamos procurando libertação dos nossos defeitos. Não queremos nunca mais causar danos às pessoas amadas. Uma maneira de nos assegurar que isso não aconteça é trabalhar a responsabilidade do Nono Passo, verificar nossos motivos e discutir com nosso padrinho ou madrinha as reparações que planejamos, antes de agir.



Só por hoje: desejo aceitar a responsabilidade por meus atos. Antes de fazer qualquer reparação, conversarei com meu padrinho ou minha madrinha.




Copyright (c) 2000 by Narcotics Anonymous World Service
Todos os direitos reservados - ISBN 978-1-55776-380-8 Portuguese (Brasil) 6/18